quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Adeus 2015!

Dentro de horas 2015 vai pertencer ao passado e um novo ano recomeçará. 

Posso dizer que este ano não foi mau de todo. Acabei um estágio e comecei outro e consegui o primeiro emprego. E sem falar que finalmente sou licenciada! Estes foram os pontes mais fortes do ano. De resto, a minha vida caiu na rotina, levanto-me todos os dias para o emprego, ver as mesmas caras, fazer o mesmo caminho, chegar a casa e preparar as coisas para o dia seguinte e assim sucessivamente. Sim não há nada de emocionante no meu dia a dia! Ao olhar para trás, parece-me que os dias são todos iguais! Mas um dos meus principais objectivos para 2016 é mudar a minha rotina, transformar para algo mais emocionante.

Espero que o novo ano traga mais alegrias do que tristezas, que traga novas oportunidades, mais amor e principalmente que sejam felizes, não só em 2016 mas também nos próximos anos.
Desejo a todos umas boas entradas e não se esqueçam de entrar em 2016 com o pé direito!
 

domingo, 27 de dezembro de 2015

Bem aqui estou eu novamente! Já não venho aqui há bastante tempo. Não é por falta de tempo é mais pelo cansaço. Depois meteram-se as férias do Natal que passei bem longe de tudo e de todos e não consegui vir dar uma espreitadela. Espero que aqui adiante venha mais vezes. Não quero deixar este cantinho morrer porque sei que necessito dele para espairecer os meus pensamentos. Só que quando vinha aqui, depois do trabalho, não sabia o que escrever. Estava naqueles dias em que apetecia-me muito escrever sobre algo, escrever até os meus dedos ficarem doridos, só que não sabia o que dizer ou que assunto deveria começar. Nem do trabalho poderia escrever porque não acontecia nada de especial, caiu na rotina e além de aturar pessoas parvas, não apetecia-me dar-lhes assim tanta importância para escrever sobre elas. Tenho esperanças que isso mude daqui para a frente e que encontre coisas novas para poder contar aqui.


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Saudades


Tenho saudades de estudar, de aprender coisas novas. Tenho saudades da biblioteca, dos dias em que a secretária enchia-se de folhas e de livros. Tenho saudades desses momentos. E ainda nem fez um ano que deixei a faculdade. Habituei-me tanto ao estudo que agora sinto falta dele.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015


Não tenho tempo para ler mas continuo a comprar livros que nem uma louca! 

domingo, 8 de novembro de 2015

Falta de tempo

Apetecia-me fazer tanta coisa mas não há tempo para tudo. Passo as semanas a trabalhar mais do que 8 horas por dia. Demoro uma hora a chegar a casa por causa do trânsito. E o pouco tempo que resta-me é para comer, preparar as coisas para o dia seguinte e descansar. Sobra-me o fim de semana, mas este serve para as tarefas domésticas. Logo, é complicado arranjar tempo para mim e para as coisas que gostava de fazer. Parece que tinha mais tempo quando andava a estudar. 

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Nem consigo perceber o meu espanto por não desejares-me os parabéns. Lá no fundo sabia que não ias dar-me os parabéns pelo meu dia. Mas tinha uma esperança que isso não fosse acontecer e que ias surpreender pela positiva. Foi erro meu. Já não devias ter esse efeito em mim mas depois de hoje é ponto final. Para mim vais ser insignificante tal como eu sou para ti.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Sou tão ingénua

Como não julgo os outros e respeito a opinião de cada um penso que eles também fazem como eu. Mas é a pior coisa em que posso acreditar. Mesmo aceitando a opinião de cada um, eles não são capazes de aceitar a minha e atacam-me como se fossem os donos da razão.

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Certified Bookaholics

A Nightwish nomeou-me para esta Tag. Já deveria ter respondido há mais tempo, mas o tempo não permitiu-me para tal. É uma tag bastante interessante e se quiserem responder no vosso blog estão à vontade. Com esta tag podemos descobrir novos livros e quem sabe se não encontramos o próximo livro favorito.


As regras consistem em pegar na imagem do desafio e responder às perguntas.


1. O primeiro livro/colecção que te vem à cabeça
A colecção 1Q84 de Haruki Murakami. Foram os primeiros livros que li dele e apaixonei-me perdidamente por ele. Desde daí não consigo parar de ler os livros deste escritor.

2. Um livro que dizes a todos para não ler
Depende quem é a pessoa. Só por eu não gostar de um livro e achar que é horrível não quer dizer que a outra pessoa vai achar o mesmo. Cada um tem o seu gosto. Mas a uma pessoa que conheço bem e que tem gostos similares ao meu dizia para não ler as 50 sombras de grey que é uma perda de tempo.

3. O livro mais caro e o livro mais barato que tens (oferecidos não contam)
O livro mais caro de certeza que foi uns do Haruki Murakami não sei bem ao certo. O mais barato foi 'Na sopa de miso' de Ryu Murakami que custou-me 2 euros numa das promoções do continente. E gostei bastante dele, foi mesmo uma boa compra!

4. Conto de fadas favorito
Não cheguei a ler nenhum conto de fadas. Mas se os filmes da disney contarem, eu gosto bastante da Mulan e da Bela e o Monstro.

5. Top 3 das tuas personagens favoritas (sejam principais ou não)
Aomame (1Q84 - Haruki Murakami)
Sandman ( Sandman: Prelúdios e Noturnos - Neil Gaiman)
Tamaru  (1Q84 - Haruki Murakami)

6. Top 3 das personagens que menos gostaste (sejam principais ou não)
Kuniko (Out - Uma Saída - Natsuo Kirino)
Christian Grey (As 50 Sombras de Grey - E. L. James)
Anastasia Steele (As 50 Sombras de Grey  - E. L. James)

7. Top 3 de lugares que existem só em livros que gostarias de visitar
 Só Hogwarts.Na maioria dos livros que leio, os lugares existem mesmo.

8. Uma personagem que trarias à vida real
Se calhar trazia Tamaru do 1Q84 para ser o meu fiel guarda costas ^.^

9. Um livro que te fez feliz
Quase todos os livros do Haruki Murakami fazem-me feliz. Os livros dele além de acalmarem-me os nervos transmitem sabedoria e fazem-me sentir bem comigo mesmo. Já que a maioria das personagens são introvertidas como eu.

10. Um livro que te fez chorar
A Casa dos Espíritos de Isabel Allende. Li este livro ainda quando andava no 10º ano e foi o primeiro livro que fez-me chorar. 

11. Um livro que te fez pensar
Sete minutos depois da meia-noite de Patrick Ness. Mostra que a vida muitas vezes é crua e fria. Que finais felizes só acontecem mesmo nos filmes.

12. Um livro que te fez rir
Os Filhos de Anansi de Neil Gaiman.Têm partes mesmo engraçadas e que me fez soltar umas belas gargalhadas.

13. Pior adaptação cinematográfica de um livro
A saga Twilight. Lembro-me de ter lido o Crepúsculo e de ter gostado mas quando vi o filme detestei.

14. Livro(s) que vais ter que reler
Tenho tantos que gostava de reler. Principalmente do Haruki Murakami.

15. Um livro que te vez voltar uma página atrás devido ao choque
Na sopa de miso, devido ao choque das cenas mórbidas.

16. Um livro que aches que esteja incompleto
Assim de momento não ocorre-me nenhum.

17. Um livro com um final inesperado
A Dama Negra de Nora Roberts.

18. Um livro que terminou num cliffhanger
Sputnik Meu Amor de Haruki Murakami. Gostava de saber o que realmente aconteceu a ela.

19. Um livro com um final de arrancar cabelos
Sinceramente, não estou a conseguir lembrar-me de nenhum livro que tenha feito esse efeito em mim.

20. Uma citação importante


21. Uma música perfeita para ler
Não tenho por hábito de ouvir música enquanto estou a ler. Mas nomeio música clássica.





Conversa entre duas pobres almas


- Olha o chefe vai-nos oferecer livros pelo Natal.
- Livros para quê? Para fazermos uma fogueira?! 



PS: O mais triste disto é de ter que atura-las dia após dia.

terça-feira, 15 de setembro de 2015


Já tenho saudades de estar ao pé da lareira a ver um filme ou a ler um livro. Saudades da trovoada, daqueles dias cinzentos em que só apetece ficar entre os lençóis. Do chocolate quente, dos chás, de ver as folhas a caírem, dos casacos de malha fofinhos, das pantufas fofinhas... Encontro tanta coisa boa que não é de admirar que  o Outono e o Inverno sejam as minhas estações preferidas.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

As minhas leituras andam tão lentas... E os livros vão se acumulado ali no cantinho à espera de serem devorados. Sou daquelas pessoas que mesmo tendo para aí cem livros para ler continuo a comprar mais.

domingo, 6 de setembro de 2015

Novo hobby


Apercebi-me que gosto de cozinhar. Que gosto de inventar novos pratos e experimentar receitas novas. Tudo saudável. Já tinha cozinhado antes mas nunca tinha chamado atenção para tal. Sinceramente, não sei o que pode ter mudado em mim. Muitas das vezes dou por mim, nas horas vagas do trabalho, a pesquisar receitas novas para fazer e levar no dia seguinte na marmita. Acho que faz bem  em querer inovar e sem falar que também quero tornar-me mais saudável e elegante. 

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Deixo-te ir

Ainda tive um bocadinho de esperanças que tivesses com saudades de me ver. Mas só foi mais uma ilusão da minha parte. Nem sequer perguntas às pessoas se estou bem, se ando feliz ou triste... 
É algo que nem sequer passa pela cabeça. Isso só demonstra que nunca tiveste nenhum carinho por mim, como tens carinho por ela. 
Fui fraca por ainda ter fé que algo podia acontecer entre nós. Mas errei profundamente, ou se calhar, tinha medo de aceitar a dor da verdade. 
Há um mês que não te vejo, que não sei nada de ti. Há um mês que não me vês e nem te passa pela cabeça as saudades que posso ter de ti. Sim, sou fraca por ter tido fé. Acreditar em algo que não existe e que nem sequer vai existir. Preferes ela do que a mim. 
Ela é aquilo que tu queres, não é? Alguém que está sempre a falar, mesmo que faça perguntas estúpidas e que faça piadas secas é alguém do meu oposto. Mas é o que tu gostas. 
O meu coração doí mas sei que vai-se curar. Já sobreviveu a muitas desilusões e esta é só mais uma.
No fundo, acho que é melhor assim, sem te ver. Será mais fácil esquecer-te e deixar-te ir. 

terça-feira, 1 de setembro de 2015

domingo, 30 de agosto de 2015

Conhecidos meus conhecem outros conhecidos. O que faz com que este mundo seja mesmo pequeno. Mas isso é mau, porque assim é difícil encontrar um lugar seguro para poder começar tudo de novo.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

As mudanças do blog

Ando seriamente a pensar em mudar o nome do blog. Acho que já não justifica ter este nome. Já acabei a licenciatura e por enquanto não devo fazer mestrado. Bem gostava de fazer o mestrado na área que desejava mas não dá por ser diurno. E como já estou a trabalhar queria arranjar um mestrado pós laboral. E o mestrado que queria ir não há nesse horário o que torna difícil reconciliar o trabalho com os estudos. E sinto que neste momento preciso mais do trabalho do que o mestrado. Por isso, prefiro ficar por uns tempos parada até chegar a saber o que fazer com a minha vida. E são essas as razões que quero mudar o nome do blog. Já não se identifica comigo e nem com a minha vida actual. E também ando a fazer umas pequenas alterações ao design.

domingo, 2 de agosto de 2015

As recomendações dos outros

Um colega meu recomendou o filme It Follows e por curiosidade fui ver e arrependi-me logo. 
O filme não é nada original, a história em si é parva. Até fico parva como é que uma pessoa pode gostar daquilo e dizer que é "bué fixe". 
Bem, o filme baseia-se em pessoas a perseguirem alguém, e só esse alguém é que consegue ver essas pessoas. E agora perguntam-me, "como é que essas pessoas ganham esses supostos stalkers?!" Então é fazendo sexo com alguém que consiga ver os stalkers. Basicamente, é como se fosse uma dst, só se apanha se alguém estiver contaminado. E a maioria dos stalkers andam semi-nus, sem salientar que alguns andam mesmo nus! Já com estas informações devem estar a imaginar o quão original é esta história. Mas ainda há mais momentos wtf! Então, há uma parte do filme  em que parece a suposta stalker meia despida andar muito devagar e a mijar-se toda. Sim, leram bem! A gaja estava  andar lentamente e a fazer xixi.
  

domingo, 26 de julho de 2015

Mais uma ilusão

Estávamos parados no trânsito. Eu ia atrás, perdida nos meus pensamentos com o olhar fixo para o outro lado da janela e por um mero impulso olho para o espelho do retrovisor e vi-te a olhar para mim. E foi nesse instante que o meu coração estremeceu.  E desde esse momento tenho dito a mim mesma "não te iludas". 
"Nem sempre há um herói. Assim como nem sempre há um vilão. A maioria das pessoas está algures entre os dois." - Patrick Ness (Sete Minutos Depois Da Meia-Noite)

terça-feira, 14 de julho de 2015

segunda-feira, 13 de julho de 2015


Já não acredito em olhares. E nem em sorrisos. Não vou ficar apanhada por ti por causa desses olhares e sorrisos. Não é por mostrares umas trombas de vez em quando que vais conquistar-me. Não é por mostrares que preocupas mais com a outra do que comigo que vais deixar-me com ciúmes. Antes pelo contrário, vais afastar-me cada vez mais. Antes de ganhares a minha admiração e o meu carinho, só estás afastar-me. Queres brincar aos olhares mas assim não vais conseguir arrancar de mim nenhum sentimento. Porque quem gosta preocupa-se e não precisa de fazer esses jogos. E vejo que não há nenhum pingo de preocupação vindo do teu lado! 
Fartei-me desses olhares, quero é seguir em frente e encontrar alguém que realmente goste de mim e mostre-o com simples gestos de carinho.

domingo, 12 de julho de 2015

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Ando tão cansada que não tenho vontade para nada. Chego a casa e só quero é ir dormir. Isto do estágio anda a matar-me!

segunda-feira, 6 de julho de 2015

E hoje ainda é só segunda e já queria que fosse sexta-feira outra vez.

sexta-feira, 3 de julho de 2015


Não sou daquelas pessoas que dão-se a conhecer facilmente. Não gosto que pessoas que não significam nada para mim conhecem o meu verdadeiro eu, porque assim sabem como magoar-me. Por isso, construí uma bolha invisível na qual sinto-me protegida e não deixo entrar qualquer um. Deixo só entrar aqueles que mostram que merecem conhecer-me, que merecem o meu afecto e a minha amizade.
Sou demasiada selectiva e desconfiada. Não confio nas pessoas facilmente, porque sei que a maioria delas são mesquinhas e não são aquilo que aparentam ser. Não gosto falar de mim, no qual leva-me a ter problemas de integração no trabalho. Estão todos para ali a falarem da vida deles e sobre eles mesmos e eu ali calada. Nem um comentário faço de mim própria! Mas assim sinto-me segura. Sinto que o importante está guardado dentro de mim e ninguém têm o direito de saber.

domingo, 28 de junho de 2015

Foi tão bom passar este fim de semana a ver filmes e a ler. Agora, que não tenho mais que estudar, tenho mais tempo para fazer outras coisas que não podia fazer antes.

domingo, 7 de junho de 2015

Exames

Fartei-me de estudar para o exame e cheguei lá e puff. Sinto-me frustrada, matei-me a estudar, mantive estes dias fechada em casa para chegar lá e correr tudo mal.
"One of the risks of being quiet is that the other people can fill your silence with their own interpretation: You’re bored. You’re depressed. You’re shy. You’re stuck up. You’re judgmental. When others can’t read us, they write their own story—not always one we choose or that’s true to who we are." - Sophia Dembling

sábado, 30 de maio de 2015

Feira do Livro


Ontem fui passear à feira do livro. E foi a melhor coisa que fiz para aliviar o stress do dia de merda que tive. 
E por lá, vi os livros do Haruki Murakami com um preço mais reduzido do que o habitual e tive que desgraçar-me.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Mensagem sim, chamada não!


Não gosto de falar ao telemóvel e muito menos com conhecidos e então com desconhecidos nem pensar. Prefiro que mandem-me mensagem que é muito mais fácil para mim. Se eu já sou uma totó a falar pessoalmente então ao telemóvel é  que pareço mesmo uma retardada. 

Então, hoje mandei um mail a pedir ajuda ao meu coordenador, tal e qual como os outros dias. Eu à espera da resposta e não é que ele telefona-me. Começo logo a ficar nervosa e olho para o meu telemóvel como se fosse o bicho papão. E lá ganhei força e atendi a porra do telemóvel. Ele começa com os cumprimentos e do tudo bem. E eu respondo "está tudo e contigo?" e depois ouve-se um profundo silêncio e começo a fazer alta filme e a pensar se não disse algo de errado. Se calhar até disse, deveria ter perguntado logo pelo mail. Mas ele quebrou o silêncio o que deixou-me mais sossegada. Foi directo ao assunto, e disse que não o conseguia resolver e que ia encaminha o meu email para outra pessoa. 
E só telefonou-me por causa disso! Mais valia ter mandado um mail a explicar e poupava-me assim deste mini ataque.


quarta-feira, 20 de maio de 2015

Como começar e terminar bem o dia

Meter Bon Jovi aos altos  berros e cantar em plenos pulmões enquanto se está no trânsito. 


Foi a primeira vez que fiz tal coisa e digo-vos que a sensação é incrível, deu-me bom humor pela manhã e aliviou-me o stress pela tarde. 









sábado, 16 de maio de 2015

Abismo


Estou sentada no escuro com um aperto no peito. Mal consigo respirar. A dor torna-se insuportável até ao ponto do desespero total, de deixar de ter noção das coisas que estão à minha volta. Começo a chorar e a vontade de gritar cresce dentro de mim. Tento gritar mas o sofrimento é tão insuportável que sufoca-me e não consigo produzir nenhum som além dos grunhidos. Quero gritar por ajuda: “por favor alguém me ajude?”. Mas ninguém consegue-me ouvir, nem eu própria consigo ouvir-me. Quero um abraço apertado e que me digam que tudo vai estar bem, que tudo está bem. Mas ninguém vem ao meu auxílio. Não sinto nenhum afecto. E isso, fez-me aperceber como estou sozinha, sem ninguém. E vejo-me,  a cair numa amargura profunda sem conseguir ver o fim. Os outros mal se importam com isso. E nem querem saber da dor que sinto pelas facadas atrás das costas.
E apercebo-me que só tenho a mim mesma. 

domingo, 10 de maio de 2015

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Despertar


Doí ver-te feliz e bem com a vida e pergunto-me porque que estou tão triste por alguém que não quer saber de mim e nem remorsos têm pelo sofrimento que causou. No fundo apetecia-me também meter fotos felizes no facebook para mostrar que não estou atrás e que estou até bastante bem, mas depois pensei "Para quê dar-me ao trabalho? Não ia adiantar nada!".
Acho que chegou a altura de libertar-me do luto e começar a viver, porque também mereço ser feliz. Agora vou-me focar no que interessa realmente, vou focar-me mais em mim e nos meus objectivos. E viver um dia de cada vez com um sorriso na cara.

Na perspectiva dos outros

Não sei qual a ideia que as pessoas têm de mim. Mas quando digo aos meus colegas de faculdade que estou a estagiar todos começam a rir e perguntam se estou na área do meu curso.
Será que dou a ideia de ser uma pessoa burra?
O que deixa-me mais triste é de saber que isto vem daqueles que não considerava só uns simples colegas.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Dizer todos os dias à frente do espelho!





Dia da treta....

Não consegui terminar o projecto,  vou ter que fazer uma directa para ver se consigo terminar.
Ando tão estafada e desmotivada com aquilo que já nem quero saber se vou ter avaliação negativa.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

A cair para o lado


Estou a chegar ao limite dos limites e o meu corpo já pede para abrandar o ritmo. Tenho andando a trabalhar que nem uma louca, é faculdade é estágio é tudo a dar-me cabo do juízo. 
Nem tempo tenho para descansar e para piorar a coisa, nesta semana tenho que acabar um projecto de estágio e que ainda por cima nem a meio vai. É desta que vou para a rua.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Introvert Problems










Há pessoas que tem a mania que temos que nascer ensinados e a saber fazer tudo. Sem formação sobre o assunto e sem conhecimento para tal e ainda ficam à espera que faça assim o projecto num abrir e fechar de olhos. Tenho um projecto para acabar para a semana e nem a meio vai! Isto está lindo está!

domingo, 19 de abril de 2015


Motivada



Hoje acordei bem disposta e virada para o estudo. O que raramente acontece. Muitas vezes estudava porque tinha que ser. Mas agora não, desde que comecei a planear o meu dia-a-dia e indo riscando o que ia fazendo, deu logo outro ar a coisa. Pode ser esse o segredo.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Haruki Murakami

Não sei se já repararam o quanto adoro este escritor. Há algo na escrita dele que me fascina, que me faz sentir algo cá dentro. Cada frase que leio envolve-me numa tranquilidade imensa e que consegue fazer-me esquecer um mau dia. É uma sensação na qual não consigo explicar, nem consigo exprimir por palavras. E não é só isso que faz-me adora-lo. Consigo facilmente sentir uma ligação com as personagens. Temos tanto em comum. O facto de a maioria das personagens gostarem passar o tempo sozinhas na companhia de um bom livro e a ouvir música, faz com que se consiga criar um laço invisível, entre eu e elas. E o mundo fantástico que só ele consegue elaborar é algo transcendente. Aquele mundo que parece tão realístico e faz pensar que aquilo poderia muito bem em existir. 
Pode haver outros escritores melhores do que ele, mas para mim o melhor de sempre será ele. 
Tenho outros escritores que também gosto muito, mas não conseguem fazer-me sentir aquilo que ele faz-me sentir. 
Haruki consegue escrever a rotina diária de uma personagem sem parecer enfadonha. E faz-me querer experimentar coisas que nunca passaram pela cabeça. Por exemplo, na históra do 'Sono' no livro o Elefante Evapora-se, faz-me querer conduzir durante a noite e ouvir jazz ou música clássica, enquanto atravesso a escuridão das ruas. Faz-me querer experimentar estas emoções todas. Agora pareço uma maluquinha que perdeu o juízo todo. Mas há algo nele que fascina-me e que me faz admira-lo.
Ainda não li os livros todos, mas dos que li não desapontaram-me.
E pronto, fica aqui um desabafo de uma fã doida.




E vocês já leram Murakami e gostaram?

Momento chocante do dia

Quando descubro que os meus coordenadores vêem a casa dos segredos.


quarta-feira, 15 de abril de 2015


Coisas para se entreter

A Gaja desafiou-me e aqui vai!

11 factos sobre mim:
  1. Vejo filmes asiáticos.
  2. Também oiço música asiática.
  3. Gosto de filmes de terror.
  4. Não gosto de kizomba.
  5. Sou introvertida e com muito gosto.
  6. I'm a crazy cat lady.
  7. Adoro chocolate branco.
  8. Sou alérgica a melgas.
  9. Quando era pequena jogava resident evil.
  10. Sou teimosa.
  11. Pareço uma pita!

Agora a parte das perguntas:

1. Como apanhaste esta Gaja? Foi ela que encontrou-me.
2. Figura pública com que mais fantasias? Difícil de responder. Fantasio com vários. Por exemplo, Jensen Ackles, Johnny Deep, ect.
3. Top 3 das merdas que nunca sais de casa sem. Telemóvel, chaves de casa e lenços de papel (Parecendo que não um lenço de papel pode salvar a vossa vida! Desde que um pombo cagou em cima da minha cabeça, andar com lenços é um must have!).
4. Qual é aquela música que mais te envergonhas, não só de gostar, mas de saber a letra de cor? Anselmo Ralph - Não me toca (não gosto da música mas sei a letra de cor para o meu desagrado).
5. Qual foi o teu momento mais humilhante (vale histórias de bebedeiras -aqui não fazemos julgamentos)? Foi durante uma apresentação, quando estava apresentar e de repente a caneta que tinha na mão salta para bem longe e ainda fui apanhar e isso tudo durante o meio da apresentação.
6. Se pudesses ser uma personagem fictícia, quem serias? Agora não ocorre-me nenhuma! =/
7. Copo meio vazio ou meio cheio? E que tal cheio? Conta?
8. Um Must no nhónhó, coito, cenas, o que quiserem chamar. Não digo! :x
9. Um Never. Pegar numa cobra ou tocar. É que nem pensar! Tenho um pavor a elas.
10. Posso continuar a falar das minhas merdas ou devia ir para o Boda? Continua a falar o pessoal gosta disso ;)
11. Para saber se podemos continuar a ser miguxos: Prato favorito? Pizza :D


Nomear 11 blogs com menos de 200 seguidores.
Não vou nomear 11. Vou nomear todos os meus seguidores a participarem! (Sou uma rebelde!)

Se quiserem participar, ficam aqui as 11 perguntas!

  1. Livro favorito?
  2. Sair ou ficar em casa?
  3. Escritor favorito?
  4. Qual é a tua área de estudos?
  5. Um momento  embaraçoso.
  6. Cães ou gatos?
  7. Um sonho que queiras realizar.
  8. O que é para ti ser feliz?
  9. O que mais gostas em ti?
  10. Descreve um dia perfeito.
  11. Que tipo de música ouves?
Colocar a foto do Liebster Award no post:




Enviar o link do post a quem te nomeou.

PS: Isto dá trabalho!